Notícias

PARAIBANO: FIZERAM LINDO NO “FAÇA BONITO”.




A Prefeitura de Paraibano por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), secretarias municipais de: Educação, da Mulher, da Juventude Esporte e Lazer, Finanças e em parceria com o Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos da Criança (CMDCA), Ministério Público, Polícia Militar e Coordenação Municipal do Selo UNICEF realizou na noite de quinta-feira (24/05), a culminância da campanha “Faça Bonito” contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes em Paraibano.

O Dia Nacional de Combate é no dia 18 de maio, mas a Secretaria Municipal de Assistência Social decidiu realizar uma semana depois, devido às diversas atividades relacionadas a campanha que vinham sendo efetivadas nas escolas, com o objetivo de mobilizar e engajar a comunidade na luta contra a violação dos direitos da criança e do adolescente.

As escolas municipais se engajaram na campanha e levaram apresentações de coral, literatura de cordel, músicas e peças teatrais para o palco da Casa de Eventos no centro da cidade.

A secretária de assistência social Elaine Cyntia, fez a abertura falando sobre o significado da data, da importância da mesma e da luta diária pelos direitos da criança e do adolescente, o representante do Ministério Público, promotor de justiça Dr. Gustavo Pereira, destacou a data de 18 de Maio, a adesão de mais municípios à causa, e a responsabilidade do Poder Público, da sociedade civil na implementação do Plano Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes na garantia de seus direitos por meio da rede de fortalecimento preconizado no Estatuto da Criança e do Adolescente -ECA- Lei Federal 8.069/90 e tendo como aliado os Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente no âmbito dos estados e dos municípios. O promotor convidou todos a assumirem o compromisso no enfrentamento da violência sexual, promovendo e se responsabilizando para e com o desenvolvimento da criança e adolescente de forma digna, saudável e protegida. As secretárias municipais: Doralina Coêlho (educação), Daiane Moura (secretária da mulher), do chefe de gabinete Raílton Sousa, da coordenadora do Projeto Bom Samaritano Cássya Lays, e da assistente social do CREAS Thalita Noleto também fizeram uso da palavra.

Conforme o cronograma do evento as escolas municipais fizeram as seguintes apresentações:

Escola Os Amiguinhos- Tema coreografado: Trancado no Quarto. Escola Zélia Maria da Cruz- Carinho de Verdade, Escola Desembargador Sarney Costa (Em Ritmo de Frevo fez o musical Disque Denúncia), Escola Henrique Dias (Quarto Trancado), Escola Antonio de Brito (Seu Corpo é um Tesourinho), Escola Darcy Furtado (peça teatral: Pare, Repare, Confie, Denuncie), Escola Raimundo Fernandes de Sousa (literatura de cordel e coral com a música Vamos Construir de Sandy e Junior), Escola Adonias Lacerda –polo-(peça teatral) Escola Adonias Lacerda – anexo-(peça teatral), Escola Januário Dias-Marajá (Criança Feliz), Maria Madalena-Varzinha- apresentou a coreografia da música Aquarela de Toquinho, e Escola Padre Constantino Vieira-Poço Verde (peça teatral Pantomínia).

O Projeto Bom Samaritano da Igreja Assembleia de Deus de Paraibano apresentou a coreografia da música “Meu Corpinho”. Os integrantes da igreja evangélica foram convidados pela secretaria municipal de assistência social e não estavam concorrendo a premiação.

As escolas vencedoras foram: Primeiro Lugar, Escola Desembargador Sarney Costa, segundo lugar Escola Professora Zélia Maria da Cruz e terceiro lugar Escola Dr. Adonias Lacerda-polo.

Participaram da culminância do Projeto Faça Bonito, o vice-prefeito Francisco Noleto (Chico do Zé Viado), a Secretária Municipal de Assistência Social Elaine Cyntia, o promotor de justiça Dr. Gustavo Pereira, os secretários municipais: Railton Sousa chefe de gabinete da prefeitura, Doralina Coelho secretária de educação, Daiane Moura secretária da mulher, Dilma Lima primeira-dama do município, Césia Margarethe secretária adjunta de educação e articuladora do Selo UNICEF, Caio Martins diretor de juventude da Secretaria Municipal da Juventude Esporte e Lazer, vereadores Dênis Nascimento, Ana Célia e Dênia Sá, a ex-secretária municipal da assistência social Caroline Almeida Veloso, Antonio Cardoso da secretaria municipal de saúde e a assistente social do CREAS Thalita Noleto e o psicólogo do CREAS Aluísio Gonsalves, além da representante do Conselho Tutelar que compuseram a mesa de autoridades. Os apresentadores Jackson e Geysa Thainá fizeram o cerimonial e ministraram o evento.

A mesa do júri foi composta pela engenheira Sâmia Albuquerque, pelo advogado Hugo Leonardo, Nágila Pereira do CRAS-Subestação, José Dias do Fórum de Justiça, e a enfermeira Aênia Martins.

ENTENDA A CAMPANHA FAÇA BONITO.

O Dia 18 de Maio é uma conquista que demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro. manifestações como caminhando pelas ruas da cidade,  faixas alusivas à data, de forma a contribuir para disseminar os símbolos e o slogan da campanha, ampliando assim o número de pessoas que passam a reconhecer as referências nacionais da luta pelo combate a violência sexual. A campanha tem como símbolo a flor, como uma lembrança dos desenhos da primeira infância e uma associação entre a fragilidade de uma flor e a de uma criança.

Esse dia foi escolhido porque em 18 de Maio de 1973, na cidade de Vitoria (ES), um crime bárbaro chocou os pais e ficou conhecido como o “Caso de Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. 15 anos depois (2018) apesar de sua natureza hedionda, ainda está impune. a proposta do dia 18 de Maio é destacar a data como forma de sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos da criança e do adolescente. Existe um número em que casos de violência e exploração contra criança deve ser utilizado para denúncia, é o número 190. a ligação é anônima e ajuda a combater o crime contra a infância e adolescência.

ABAIXO FOTOS DO EVENTO:

Top